TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
domingo, 26 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Interior

Toque de Recolher volta com restrições em Ribas do Rio Pardo

O decreto segue até o dia 17 de janeiro

07 janeiro 2022 - 09h44Por Dany Nascimento

Mato Grosso do Sul volta a ter restrições pesadas contra o avanço do novo coronavírus e suas variantes. A cidade de Ribas do Rio Pardo é a primeira a determinar novas medidas de contenção, com direito ao retorno do toque de recolher, que vale já a partir desta sexta-feira.

O presidente da Associação dos Jovens Empresários de Ribas do Rio Pardo, Rafael Macena, participou ontem (6), da reunião do Comitê de Prevenção e Enfretamento à Covid-19 que voltou a discutir medidas para conter o avanço da doença no município.

Segundo o site Rio Pardo News, Rafael gravou vídeo para explicar as solicitações que foram propostas pelo grupo e que devem ser publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (7).

Segundo Rafael, a principal solicitação ficou por conta da volta do toque de recolher que se aprovada, já valerá para este dia 7. “Estabelecido o toque de recolher de segunda a quinta, das 22h às 5h e, de sexta a domingo das 23h às 5h”, antecipou Rafael em vídeo. Assista abaixo.

O secretário municipal de Saúde e presidente do Comitê, Matheus Bolis, confirmou as solicitações e pediu que a população se empenhe no enfrentamento. 

"Vejo como um momento difícil, estamos vivendo os reflexos das festas de final de ano, estamos tomando as providências para que não aumente mais os casos, voltamos para a central COVID (centro social), aumentamos o efetivo no local, tanto de enfermeiros, técnicos, no momento estamos com dois médicos no mesmo, foi feita a reunião com o comitê COVID para restringirmos as medidas cabíveis, estamos aumentando a fiscalização, reforçamos o hospital com profissionais, técnicos, e estamos com dois médicos e um terceiro de sobre aviso, pedimos a compreensão da população para que ajude a secretaria, use máscara, evite aglomerações, estamos empenhados em combater esse vírus", disse Bolis.

Outras medidas anunciadas para tentar conter o avanço da doença foram:

- Fica proibido a permanência e o consumo de bebidas no canteiro público.

- Proibido qualquer tipo de festa (particular ou pública).

- Mesas em restaurantes e lanchonetes com espaçamento de 1,5m e 4 pessoas por mesa.

- 50% da capacidade de atendimento para mercados, restaurantes, bares, lanchonetes e igrejas.