sábado, 25 de maio de 2024

Busca

sábado, 25 de maio de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Sucursal Pantanal

31/08/2017 11:30

Polícia Civil prende uma das principais fornecedoras de maconha em Corumbá

A suspeita é esposa de um interno do presídio de segurança máxima de Campo Grande

Após 20 dias de monitoramento, o Setor de Investigações Gerais da Polícia Civil conseguiu prender, na tarde desta quarta-feira (30), a mulher apontada como uma das principais fornecedoras de drogas para a região de Corumbá. Rita de Cássia Cunha, de 48 anos, é mulher do detendo João Luiz Moares, preso por tráfico de drogas e interno do presídio de segurança máxima de Campo Grande.

Os policiais chegaram até a suspeita após diversas denúncias de que havia intenso consumo de maconha por jovens de classe média nas proximidades de escolas e praças públicas, principalmente na região do Poliesportivo de Corumbá. 

Durante os 20 dias de monitoramento, os investigadores perceberam que indivíduos em motocicletas faziam a entrega da droga e seguiam para a residência de Rita no bairro Centro América. Os civis ainda obteram a informação de que um novo carregamento de entorpecentes estava para chegar em Corumbá na segunda quinzena de agosto, os tóxicos seriam distribuídos nas bocas de fumo da região.  

Diante do conhecimento, os policias efetuaram o flagrante enquanto a suspeita manuseava a droga. Na residência da autora foram encontrado 3 tabletes de maconha picotados e 1 porção já pronta para ser comercializada. Segundo informações do SIG, a mulher teria confessado o crime de tráfico e entregado mais 5 tabletes.

Não parando por ai, os policias também tinham a ciência de que a suspeita guardava mais entorpecentes em uma residência abandonada na Rua Agostinho Mônaco. Rita teria ido com a Equipe até o local onde foi apreendido uma balança de precisão, rolos de papel filme e fitas adesivas, indícios de, segundo a PC, tráfico de drogas. A mulher, usando uma camiseta com os dizeres “Para quem tem fé a vida nunca tem fim”, cerca de 6 kilos de maconha e objetos apreendidos  foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil. 

Loading

Carregando Comentários...

Veja também