FIEMS JUNHO

sábado, 15 de junho de 2024

Busca

sábado, 15 de junho de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Sidrolândia

há 2 semanas

Acusado de matar 'amigo' por suspeita de talaricagem é preso em Sidrolândia

Ele possuía um mandado de prisão em aberto; morte teria ocorrido após discussão por descobrir traição de namorada com amigo

Um homem de 29 anos foi preso, suspeito de esfaquear o amigo Geovani Arza Pinto, de 24 anos, após uma discussão, em Sidrolândia. Ele possuía um mandado de prisão em aberto, sendo cumprido pela Delegacia da Polícia Civil da cidade.

O crime ocorreu na noite desta sexta-feira (25) e foi motivado por ciúmes. Ele teria descoberto uma traição da namorada com a vítima, com quem dividia o aluguel.

Os fatos ocorreram no quintal da casa, no bairro Cascatinha, onde a vítima morava juntamente com o autor e o irmão dele. No local, houve uma discussão entre Geovani e autor, que se apoderou de uma faca e atingiu o outro, causando-lhe a morte.

Conforme o site Noticiadade, Geovani foi encontrado no cruzamento da Rua Adelino Ferreira Barbosa com Rua Joaquim dos Santos, caído ao solo com muito sangue na camiseta. Após ser esfaqueado, ele teria saído da casa e caído na rua ao tentar pedir socorro.

Os policiais disseram que ele ainda se encontrava com vida, porém, com respiração fraca e inconsciente. O Corpo de Bombeiros foi acionado e encaminhou a vítima ao hospital, porém ele não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Policiais militares fizeram os levantamentos preliminares. Na residência, os militares encontraram a faca usada no crime.

A partir de então a Polícia Civil assumiu o caso e começou a realizar um trabalho investigativo visando a identificação e o paradeiro do autor que efetuou o crime. As autoridades, então, descobriram que ele havia fugido para Campo Grande em um carro escuro.

A polícia, então, representou pela prisão preventiva do homem, acatada pelo judiciário, que expediu o mandado no início da tarde de sexta-feira. Assim que o mandado foi expedido, as autoridades cumpriram a decisão em seguida, realizando a prisão.

O advogado do autor esteve na Delegacia e alegou que ele estava ciente do pedido de prisão e de que policiais estavam a procura, negociando a entrega do cliente, o que foi feito nesta tarde. Ele responderá pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil.

 

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO