Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Polícia

Acusados em caso de homicídio e tortura são condenados a 41 anos

Acusados receberiam R$ 3 mil pela participação no crime

04 fevereiro 2019 - 09h00Por Da redação / JP News

Após um ano e seis meses foram condenados pela morte de Heddy Flabbyo Alcalde, morto aos 36 anos, James Henrique Cícero de Oliveira e Ueder Ferreira Barbosa. Somadas as penas chegam a 41 anos. Ele foi morto com requintes de crueldade em agosto de 2017, seu corpo foi encontrado pendurado em uma árvore e ele foi morto a pauladas, pedradas e chutes. 

O Tribunal do Júri ocorreu na quarta-feira (30) em Paranaíba, presidido pelo juiz Cassio Roberto dos Santos e composto por sete jurados, o resultado foi noticiado neste final de semana. Foram condenados James Henrique condenado a 25 anos de prisão em regime fechado, e Ueder Ferreira Barbosa deverá cumprir pena de 16 anos de prisão em regime fechado pelos crimes de homicídio; mediante asfixia e tortura; e por ter dificultado a defesa da vítima. James ainda responderá por promessa de recompensa e motivo torpe.

A Defensoria Pública, que fez a defesa da dupla, disse que irá recorrer da decisão. Na época ainda foram presos Geovane Henrique Ferreira Almeida, na época com 18 anos, e Henrique Lopes de Lima, 19 anos, porém eles recorreram da decisão de serem julgados em júri popular e por isso não foram julgados nesta semana. A polícia concluiu que eles receberiam R$ 3 mil pela participação no crime.

Segundo os autores disseram na época para a Polícia, o crime teria ocorrido por conta de uma dívida que Eddy Flabbyo tinha com James Henrique e que este teria chamado Ueder Ferreira que é seu enteado e que também já possuiu uma rixa com a vítima para ajudá-lo, segundo Henrique Lopes de Lima e Geovane Henrique, eles teriam sido chamados a participar do crime onde receberiam R$ 3 mil.

Leia Também

VÍDEO: chuvisco cai na manhã deste domingo, mas 'nem molha o chão' no Los Angeles
Cidade Morena
VÍDEO: chuvisco cai na manhã deste domingo, mas 'nem molha o chão' no Los Angeles
Mijo no muro, uso de drogas e algazarra fazem inferno no Serra Azul
Cidade Morena
Mijo no muro, uso de drogas e algazarra fazem inferno no Serra Azul
Tá quase em CG: chuva chegou em Dourados e amenizou calor e temperatura caiu 14°C
Interior
Tá quase em CG: chuva chegou em Dourados e amenizou calor e temperatura caiu 14°C
Moradora ouve tiros e diz ter apanhado de sargento no Nova Campo Grande
Polícia
Moradora ouve tiros e diz ter apanhado de sargento no Nova Campo Grande