Menu
domingo, 25 de outubro de 2020
Polícia

Advogado diz que queima de fogos que deixou cachorro passando mal durou 40 minutos

'Foda-se eu faço o que eu quiser. Eu tô querendo te pegar há muito tempo seu talarico'

02 janeiro 2020 - 15h50Por Dany Nascimento

O advogado Munir Jorge, 56 anos, disse durante depoimento que a queima de fogos realizada pelo vizinho Jonas Mongenot Júnior, 41 anos, na noite de Réveillon durou 40 minutos nos altos da Avenida Afonso Pena, em Campo Grande. Os dois moram no mesmo prédio e são vizinhos do mesmo andar.

Munir contou aos policiais que desceu para conversar com quem realizava a queima de fogos, já que seu cachorro estava passando mal com o barulho. Ele afirma que encontrou Jonas entrando no prédio e disse que iria conversar com quem estava soltando fogos porque seu cachorro estava mal.

Segundo o relato, Jonas disse que era ele quem estava realizando a queima de fogos e após nova tentativa de diálogo, partiu para cima do advogado. “Foda-se eu faço o que eu quiser. Eu tô querendo te pegar há muito tempo seu talarico”, disse o piloto.

Ele disse que Jonas tentou furar seu olho com uma espécie de chaveiro de luz, invadiu seu apartamento e destruiu diversos objetos no local.  Jonas foi preso pela Polícia Militar, passou por audiência de custódia e terá que desembolsar R$ 100 mil de fiança para deixar a cadeia.

 

Leia Também

Administradores de MS votam dia 28 para escolher conselheiros regionais e federais
Geral
Administradores de MS votam dia 28 para escolher conselheiros regionais e federais
Morto por advogado no trânsito, PM já foi preso por 'matar serviço' e dirigir para app
Cidade Morena
Morto por advogado no trânsito, PM já foi preso por 'matar serviço' e dirigir para app
Mulher é multada em R$ 10 mil por tráfico de filhotes de papagaio
Polícia
Mulher é multada em R$ 10 mil por tráfico de filhotes de papagaio
Auxílio emergencial é depositado neste domingo para 3,7 milhões
Geral
Auxílio emergencial é depositado neste domingo para 3,7 milhões