tjms julho
Menu
Busca quinta, 09 de julho de 2020
ALMS
Polícia

Advogado é condenado por guardar vídeos de estupros de crianças em Campo Grande

Ele mantinha fotos e vídeos de estupro de crianças, inclusive bebês, em seu computador

05 agosto 2019 - 11h38Por Nathalia Pelzl

Advogado de Campo Grande, de 66 anos, foi condenado pela Justiça Federal a cinco anos de reclusão no regime semiaberto por manter e armazenar vídeos de imagens de estupro de crianças, inclusive bebês, e também divulgá-los na internet. A decisão foi publicada hoje (5), no Diário da Justiça Federal.

Alvo da operação Luz da Infância, deflagrada em 2017, na época, o advogado chegou a ser preso em flagrante, com material ilícito em seu computador.

À época, o material recolhido causou repulsa no filho do réu, também advogado, que chegou a declarar que não tinha conhecimento das atitudes do pai, embora soubesse que o mesmo acessava materiais pornográficos.

Consta nos autos que foram encontrados, inicialmente, cerca de 1,5 mil imagens de crianças, inclusive bebês, em cenas de estupro. Questionado, o advogado confessou que os vídeos eram seus, conhecendo a forma e códigos para conseguir o material e, posteriormente, apagar.

O réu foi condenado a cinco anos, um mês e 15 dias de reclusão, em regime inicial semiaberto, e mais 149 dias-multa, no entanto poderá recorrer à sentença em liberdade.

 

Leia Também

Presidente do STJ tira Fabrício Queiroz da cadeia
Geral
Presidente do STJ tira Fabrício Queiroz da cadeia
Criança ajuda mãe no nascimento do irmãozinho em Sidrolândia
Interior
Criança ajuda mãe no nascimento do irmãozinho em Sidrolândia
X-Propina? Michel Temer se aventura na cozinha e dá receita de sanduíche
Geral
X-Propina? Michel Temer se aventura na cozinha e dá receita de sanduíche
Brasil tem 3,9 milhões de pedidos de seguro-desemprego no primeiro semestre do ano
Economia
Brasil tem 3,9 milhões de pedidos de seguro-desemprego no primeiro semestre do ano