(67) 99826-0686
Prestação de contas 17/04 a 26/04/2019

Assaltante que executou turista alemão na Bahia é preso na fronteira

Ele estava foragido desde 2006, quando o crime ocorreu

11 SET 2016
Redação
18h24min
Foto: Porã News

Um brasileiro que executou turista alemão na Bahia foi preso pela Policia Nacional do Paraguai na fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul. Identificado como Antônio Alves da Silva, 33 anos, mais conhecido pelo apelido de ‘Neném’, o suspeito foi detido na tarde deste domingo (11), por volta das 12h30, quando transitava a bordo de uma motocicleta estrangeira da marca Taiga, na cidade paraguaia de Capitão Bado na fronteira com Coronel Sapucaia, onde estaria residindo em um quarto de aluguel.

Ele foi abordado no trânsito da cidade e disse para os agentes da Policia Nacional do Paraguai que não tinha nenhum documento de identificação. Tal situação chamou a atenção os agentes, que entraram em contato com os agentes do Setor de Investigações e Apoio Tático Operacional (SIATO) da Policia Civil de Ponta Porã, coordenado pelo delegado Jarley Inácio de Souza.

O delegado entrou em contato com a Divisão de Homicídio da Policia Civil da Bahia, onde foi constatado que o Antônio tinha um mandado de prisão pela execução de um turista alemão no ano de 2006, na cidade de Salvador no estado da Bahia, situação esta comunicada aos agentes da Policia Nacional do Paraguai a cargo do comissário Ramon Lopez Balbuena e do comissário Victo Barua Ortega da Policia Nacional de Amambay.

O rapaz recebeu voz de prisão por violar a Lei migratória ao estar sem licença para residir no país e conduzir veiculo automotor sem carteira de habilitação, motivos pelos quais deverá ser expulso e entregue as autoridades brasileiras durante a próxima semana.

Segundoo Porã News, ele seria filho de um subtenente da policia baiana e, em companhia de, mas três indivíduos, após seguirem dois turistas alemães que visitavam a cidade na região das praias, os abordaram e, mesmo sem reagir, o alemão identificado como Wolfgang Donges foi alvejado por um disparo de arma de fogo no peito. Posteriormente Antônio Alves da Silva teria se apoderado dos pertences da vitima e os seus comparsas de outros turistas que se encontravam na localidade.

Agentes da Divisão de Homicídio já haviam prendido em flagrante Fabio Silva Cerqueira, 21 anos, e Mendel Vinicius Silva Fonseca, 19 anos, que confessaram o latrocínio e apontaram os demais integrantes da quadrilha como sendo Benicio dos Santos, 26 anos, vulgo Bertoso, e Antônio Alves da Silva.

Veja também