TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Polícia

Preso por matar estudante, assassino diz que culpa é da vítima que reagiu ao assalto

O criminoso é um velho conhecido da polícia e comete crimes desde os 15 anos

21 agosto 2018 - 12h21Por Anna Gomes

Haniel Souza Santos, 20 anos, foi  preso pela polícia por assassinar a tiros o adolescente Jean Oliveira, de 17 anos, em junho deste ano. O assassino foi assaltar a vítima, que estava em um ponto de ônibus, reagiu e morreu. O delegado Reginaldo Salomão, da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), diz que o atirador é perigoso, não aparenta ter remorsos e comete crimes desde os 15 anos.

Ainda de acordo com o delegado, Haniel foi preso há uma semana no Bairro Aero Rancho após cometer outro roubo. Ele estava sendo investigado pela polícia desde o último mês de maio, após participar de um roubo em um açougue, onde no dia dos fatos, ele e mais dois comparsas realizaram 20 disparos.

Durante o crime no açougue, um dos ‘parceiros’ de Haniel foi preso. Outro, que seria menor de idade, foi atingido por um disparo na perna e acabou apreendido, mas Santos conseguiu fugir.

Depois de ‘se livrar’do crime realizado no açougue, ele não parou a vida criminosa e, em junho, o bandido foi roubar Jean em um ponto de ônibus. A vítima reagiu e ele atirou. Sem apresentar remorso, Haniel ainda culpou o jovem pelo homicídio.

“Ele culpa a vítima dizendo o jovem que pegou na arma e ele precisou atirar. O Haniel é frio, perigoso e não se arrepende der seus crimes. Ele pratica crimes desde quando ainda era menor. Ele não tem medo da morte, não tem receio de confronto”, alertou o delegado.

(Delegado da Derf, Reginaldo Salomão)

Salomão ainda ressalta que a família de Jean está sofrendo ameaças e a polícia vai investigar quem estaria coagindo parentes da vítima.

Morte de Jean

O rapaz foi assassinado no dia 26 de Junho após ser atingido por um tiro no peito no Bairro Ramez Tebet. A vítima chegou a ser socorrida e elevada para a Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.