TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Polícia

Ativista bolsonarista é presa pela Polícia Federal em Brasília

O mandado de prisão foi autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes

15 junho 2020 - 08h23Por Dany Nascimento

Sara Winter, ativista bolsonarista 300 do Brasil, foi presa na manhã desta segunda-feira (15), pela Polícia Federal, em Brasília. O mandado de prisão foi autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

A justiça decretou ainda, outros cinco mandados de prisão no Distrito Federal. Conforme o site Yahoo, ela é investigada no inquérito das fake news, sob suspeita de ameaça aos ministros do Supremo Tribunal Federal, e foi alvo de busca e apreensão. A Procuradoria-Geral da República (PGR) encaminhou o material da investigação sobre ela à Procuradoria da República no Distrito Federal (PR-DF) há duas semanas, depois que Sara publicou vídeo com ameaças ao ministro Alexandre de Moraes.

A prisão de Sara saiu de outro inquérito, do que apura atos antidemocráticos, que também está sob relatoria de Moraes. Ela também é alvo de uma investigação por improbidade administrativa aberta pelo Ministério Público Federal (MPF) do Rio para apurar se houve irregularidade na utilização de R$ 25 mil recebidos do Fundo Especial de Financiamento de Campanhas em 2018, o chamado fundo eleitoral.

Ela disputou uma vaga de deputada federal no Rio pelo DEM, teve 17.246 votos e não foi eleita. Sara Winter foi expulsa do partido no início deste mês.