Menu
terça, 18 de maio de 2021
MS CRESCE PELA VIDA 14 a 18/05/2021
Polícia

Jovem espancado até a morte pode ter participado de briga generalizada

Vigilante viu um grupo de quatro pessoas passar pelo seu posto de trabalho antes de achar o corpo

16 abril 2021 - 10h17Por Vinicius Costa e Willian Leite

Uma briga generalizada pode ter culminado no assassinato de um homem, de aproximadamente 37 anos, que foi agredido a pedradas na madrugada desta sexta-feira (16), no bairro Vida Nova, em Campo Grande. A vítima teve o rosto desfigurado por causa das agressões.

O corpo foi encontrado nas primeiras horas da manhã por um vigilante, que relatou para a polícia que um grupo de quatro pessoas - três homens e uma mulher, havia passado por ele, próximo ao seu posto de trabalho.

No entanto, a mulher retornou correndo e outros dois indivíduos passaram perguntando se haviam visto a mulher. Dessa forma, o vigilante decidiu fazer uma ronda e encontrou o corpo da vítima.

De acordo com o boletim de ocorrências, uma testemunha teria indicado um suspeito e a equipe do GOI (Grupo de Investigações e Operações) encontrou o rapaz, que alegou ter ficado em casa com a esposa, mas que pode ser ouvido novamente.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas a vítima, que estava com sangramento na cabeça e no rosto, não resistiu e morreu no local.

A perícia retirou o corpo e não encontrou documentos que puderam identificar a vítima.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro como homicídio simples e deve ser investigado pela Polícia Civil.

Leia Também

Cidades
Prefeitura lança editais para processo de habitação e sorteio de apartamentos e lotes na Capital
A inscrição para participação deste sorteio será realizada entre os dias 1º de junho de 2021 a 15 de julho de 2021
Homem é assaltado por negar esmola de R$ 2 em ponto de ônibus
Polícia
Homem é assaltado por negar esmola de R$ 2 em ponto de ônibus
Veja como identificar, prevenir e combater abuso sexual infantil
Polícia
Veja como identificar, prevenir e combater abuso sexual infantil
Bandidos armados fazem casal e crianças de refém no Danúbio Azul
Polícia
Bandidos armados fazem casal e crianças de refém no Danúbio Azul