Menu
domingo, 03 de março de 2024 Campo Grande/MS
Polícia

Christian e Stephanie vão a juri popular pela morte de Sophia

Mãe e padrasto responderão pelo homicídio qualificado da criança em janeiro deste ano

07 dezembro 2023 - 15h15Por Vinicius Costa

Christian Campoçano Leitheim, de 26 anos, e Stephanie de Jesus da Silva, de 25 anos, enfrentarão o juri popular pela morte da pequena Sophia de Jesus Ocampos, morta em janeiro deste ano em Campo Grande. A decisão partiu do juiz Aluizio Pereira dos Santos e foi tomada nesta quinta-feira (7), dois dias após a última audiência de instrução e julgamento do caso.

O julgamento está previsto para acontecer no dia 12 de março do ano que vem, mas foi pontuado e reservado dois dias subsequentes em virtude do processo, a complexidade dos crimes e também pelo número de testemunhas a serem definidos para depor no plenário do Tribunal do Júri.

A mãe da criança vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil e meio cruel, além de homicídio doloso por omissão. Já o padrasto deve responder por homicídio qualificado por motivo fútil e meio cruel e contra menor de 14 anos, além de estupro de vulnerável.

O juiz ainda decidiu pela manutenção da prisão preventiva dos dois réus, pois na visão do magistrado "os elementos que justificaram o decreto de sua prisão se mantêm até o momento idôneos, associando-se ainda a grande repercussão pública".

A decisão que coloca Stephanie e Christian no banco dos réus acontece praticamente 11 meses após a morte de Sophia. A criança teve sua morte constatada no dia 26 de janeiro, assim que deu entrada no UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Coronel Antonino.

Nos autos do processo consta que a morte de Sophia se deu por um trauma raquimedular em coluna cervical, ação contundente e hemotórax bilateral).