TJMS ABRIL 2024
A+ A-

segunda, 15 de abril de 2024

segunda, 15 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Polícia

há 4 semanas

A+ A-

Cliente que matou pedreiro diz que foi atacado pelas costas em Ponta Porã

Tiago Gomes dos Reis foi morto a tiros após desentendimento com seu cliente

Após matar o pedreiro Tiago Gomes dos Reis Filho, durante uma briga, um homem de 54 anos, identificado apenas como Eládio, se entregou a polícia nesta sexta-feira (15), em Ponta Porã, a 334 quilômetros de Campo Grande. 

 Na delegacia, o autor disse que agiu em legítima defesa e alegou que foi atacado pelas costas. A arma usada para efetuar dos disparos contra o pedreiro foi apreendida. 

Conforme consta no boletim de ocorrência, Eládio disse à polícia que, pela manhã, discutiu com o pedreiro pela demora na obra, quando alegou que não pagaria se o serviço não fosse prestado.  

Por volta de 13h30, o pedreiro teria retornado ao local e, em novo bate-boca, dito: "você não vai me pagar, senão você vai ver com quantos paus se faz uma canoa". Irritado, o cliente pediu que ele levasse as ferramentas de trabalho e deixasse a casa. 

Conforme o depoimento, o pedreiro pegou um facão com cabo branco e saiu em direção ao cliente assim que ele se virou para entrar em casa. O autor alega que, em legítima defesa, gritou para o pedreiro parar e depois atirou uma ou duas vezes. 

O cliente ligou para o Corpo de Bombeiros e para a polícia. A vítima foi encontrada já sem vida e o facão, de 40 cm aproximados, ficou caído nas proximidades.  

A arma foi apreendida e o local isolado para perícia. Não há informações se o morador permanece preso ou foi liberado após depoimento na 2ª DP (Delegacia de Polícia). 

 

 

 

 

 

 

  

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias