TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Polícia

Com base em delação premiada, PF deflagra operação no combate a notas fiscais frias

Políticos e pecuaristas são alvos da investigação

12 setembro 2018 - 07h00Por Diana Christie

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (12), a Operação Vostok, com o objetivo de combater um esquema de pagamento de propina para políticos de Mato Grosso do Sul. As investigações começaram no início deste ano, tendo por base os termos de colaboração premiada de executivos de uma grande empresa do ramo frigorifico, a JBS.

Em delação premiada, os colaboradores detalharam os procedimentos adotados junto ao governo do Estado para a obtenção de benefícios fiscais - TARE's.

Segundo a PF, o inquérito foi autorizado e tramita perante o STJ (Superior Tribunal de Justiça), em Brasília, que decretou as medidas em cumprimento. Cerca de 220 policiais federais cumprem 41 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de prisão temporária em Campo Grande, Aquidauana, Dourados, Maracaju e  Guia Lopes de Laguna; além de Trairão no Estado do Pará.

São alvos das medidas os endereços residenciais e comerciais dos investigados e os seus locais de trabalho.

Batizada Vostok, a operação faz referência a uma estação de pesquisa russa localizada na Antártida onde já foi registrada uma das menores temperaturas da Terra. O nome faz alusão às notas fiscais frias utilizadas para a dissimulação dos pagamentos.