Menu
sábado, 16 de janeiro de 2021
Polícia

Cozinheira não reage, mas é esfaqueada em assalto a ponto de ônibus no Aimoré

Mulher está extremamente abalada após ataque

08 janeiro 2021 - 11h02Por Nathalia Pelzl

Cozinheira de 43 anos foi esfaqueada na cabeça, na manhã de hoje (8), enquanto esperava o transporte coletivo na Rua Raimundo Ferreira da Silva, no Bairro Aimoré, em Campo Grande. 

Ao TopMídiaNews, a filha da vítima, de 21 anos, contou que a mãe está extremamente abalada após ataque. 

“Ela saiu para trabalhar 5h20, como faz todos os dias, quando chegou no ponto, sentou. Estava ela e outra mulher, aí passaram dois homens em uma moto vermelha, viraram a rua. Elas pensaram que eles iam passar reto”. 

A jovem explica que a mãe ficou paralisada e não conseguiu fugir dos assaltantes. “A mulher jogou a bolsa para dentro de uma casa e saiu correndo. Aí um deles segurou o braço da minha mãe e falou que ela não ia correr não, deu a facada na cabeça dela, puxou a bolsa e foi embora, bem frio”. 

Apesar do ferimento, a cozinheira voltou para casa e chamou a filha. “Ela estava sangrando muito, por isso ficamos assustadas, fomos ao médico, depois na delegacia”. 

Por sorte, o ferimento foi superficial e a mulher está bem. As duas fazem alerta para os moradores da região. O caso foi registrado na Depac Cepol, mas ninguém foi preso.