Maracaju II dengue agosto 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
terça, 16 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
Caruru Governo Agosto 2022
Polícia

Curandeira cobra R$ 4.800 para afastar 'espírito da morte' e jovem procura a polícia

Mulher se apresenta como membro de uma importante igreja na cidade

28 maio 2019 - 19h34Por Thiago de Souza

Moradora do Residencial Oliveira denunciou, nesta terça-feira (28), uma suposta religiosa suspeita de lhe cobrar R$ 4.800 para evitar que ''espíritos da morte'' não tirassem a vida dela, em Campo Grande. A curandeira se apresenta como evangélica e dizia fazer revelações espirituais.

Conforme o boletim de ocorrência 6707, da Depac Piratininga, a vítima foi até a casa da suspeita, local onde ela faz reuniões com sessões de revelações. Na ocasião, a religiosa, que diz pertencer à Congregação Cristã no Brasil, teria revelado que um espírito da morte queria lhe tirar a vida.  

No entanto, diz a vítima, a obra maligna poderia ser desfeita caso ela participasse de sessões espirituais durante seis meses. Neste caso, ela teria de pagar R$ 800 mensais. Impactada pela força da notícia, ela resolveu seguir com o trabalho religioso.

Ainda conforme o registro policial, para iniciar o tratamento, a vítima teve de escrever o nome completo em um papel em branco, que seria usado nas orações. Desconfiada, resolveu não aderir ao tratamento e procurou a religiosa para pegar a folha de volta. A mulher teria se recusado a entregar.

A vítima diz que desde então, a religiosa, que se diz serva de Deus, lhe procura para cobrar os valores e faz ameaças, dizendo que caso isso não aconteça, os espíritos iriam matá-la. Ela também procurou a Congregação Cristã na região e lá foi informada que tais atos praticados pela religiosa não fazem parte dos procedimentos adotados pela igreja.