Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Polícia

Defesa alega que filha depende do pai para liberar acusado de matar Sandra em acidente

O advogado pede liberdade ou a aplicação de medidas provisórias para José Antonio

18 maio 2021 - 19h00Por Dany Nascimento

O advogado de defesa de José Antônio Alves Pereira, 48 anos, entrou com pedido de liberdade provisória do autônomo, acusado de causar o acidente que matou Sandra Tavares Almeida Nunes, 51 anos, irmã do ex-prefeito de Tacuru, Roberto Tavares Almeida, o Roberto Nem.

Ele dirigia um veículo Ford Fiesta, de cor prata, que capotou e matou a namorada. O condutor afirma que foi fechado por outro veículo na saída para Três Lagoas, na Rodovia BR 262. 

A defesa entrou com pedido de liberdade no dia 12 de maio, alegando que José é réu primário, não tem antecedentes criminais, possui trabalho, residência fixa e uma filha melhor de idade que depende do pai. 

O advogado solicita expedição imediata de alvará de soltura para o acusado, que está preso na Gameleira de Campo Grande. 

Caso não seja concedida a liberdade para José Antonio, a defesa solicita a aplicação de medidas cautelares para serem seguida. 

Durante audiência de custódia, José se manteve em silêncio e teve a prisão preventiva decretada dois dias após o acidente. 

Segundo o boletim de ocorrência, várias garrafas de cervejas long neck foram encontradas no veículo. Ele passou por teste do bafômetro, que constatou 0,35 miligramas de álcool por litro de sangue.