(67) 99826-0686

Dona de lava-jato é presa por armazenar combustível ilegalmente na Vila Eliane

Óleo era despejado diretamente no solo

11 SET 2019
Thiago de Souza
19h16min
Foto: Divulgação PMA

Dona de um lava-jato e o funcionário foram presos nesta quarta-feira (11), por armazenarem combustível ilegalmente, na Vila Eliane, em Campo Grande. O flagrante dos 460 litros de óleo diesel foi feito pela Polícia Militar Ambiental.

Ainda segundo a PMA, o combustível era armazenado em galões e provocava riscos às pessoas e ao ambiente, sem seguir quaisquer normas sobre produtos perigosos. Inclusive, havia um tambor com medidor, que funcionava como bomba de abastecimento, tudo sem autorização ambiental.

O responsável pelo comércio do combustível era um funcionário, de 24 anos. A polícia  aplicou um auto de infração administrativo e multa no valor de R$ 10.000 ao responsável.

Foi constatado também que o comércio não tinha caixa separadora e os efluentes. O óleo e graxas eram despejados no solo, causando contaminação.

A dona do estabelecimento, de 44 anos, também foi autuada administrativamente e multada em R$ 10.000. As atividades foram interditadas e o combustível apreendido.

 

Veja também