Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
Reviva centro

Dono de lava jato é executado a tiros de pistola na fronteira com o Paraguai

Vítima estaria trabalhando quando foi assassinado

7 SET 2016
Thiago de Souza
19h20min
Vítima estaria trabalhando quando foi assassinado Foto: Foto: Porã News

O paraguaio Júlio Cesar Riquelme Gomes, 30, foi morto, no final da tarde desta quarta-feira (7), a tiros de pistola 9 milímetros, em Pedro Juan Caballero, próximo a divisa com Ponta Porã. As primeiras informações indicam que o mesmo estava proibido de sair do país e que o crime poderia se tratar de um ajuste de contas do crime organizado, que atua nesta parte da fronteira.

Conforme o Porã News, a vítima estava dentro de um lava jato, chamado AR Lavadero, no Bairro Maria Vitória. Gomes era funcionário do lava jato e foi supreendido por um homem armado, que não se identificou e  atirou várias vezes contra ele. A vítima teria tentado fugir, mas não conseguiu. O suspeito não foi localizado.  

A Seção de Investigação de Delitos da Polícia Nacional do Paraguai esteve no local para os levantamentos de praxe.   

 

Veja também