(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

Sobrevivente de atentado, filha de mulher estrangulada foi questionada sobre estupro

A jovem disse que foi questionada pela mãe e negou o abuso sexual, mas tema pode ter gerado discussão entre o casal

12 JUN 2019
Dany Nascimento
13h10min
Residencial onde o crime ocorreu Foto: André de Abreu

A adolescente de 14 anos que conseguiu escapar da morte após acordar com a mãe assassinada dentro de um apartamento no residencial Ramez Tebet, em Campo Grande, prestou depoimento à polícia na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher). Ela negou ter sido abusada sexualmente por  Fábio Braga do Amaral, 39 anos, mas acredita que o assunto pode ter motivado a discussão entre o casal.

O suspeito é acusado de matar a mãe da adolescente, Érica Aguilar, estrangulada com um lençol durante a madrugada de ontem (11). De acordo com a delegada Sueli Araújo Lima Rocha, durante depoimento, a menina contou que a mãe teria lhe feito essa pergunta e ela respondeu que não, indo dormir em seguida.

Horas depois, a adolescente acordou com Fábio dentro do quarto mandando ela não gritar, porque Érica estava dormindo. Ela afirma que foi enforcada pelo suspeito, mas conseguiu se desvencilhar e pedir ajuda de um vizinho, que reside em um apartamento no térreo.

Fábio teria deixado o local, tomando rumo ignorado.  Conforme a delegada, equipes fazem busca para localizar o suspeito, que permanece foragido.

Veja também