ENTREGAS
Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
Reviva centro

Durante perseguição, rapaz pula muro e é baleado pela Polícia Militar na Capital

Durante a fuga, o jovem se enroscou em uma cerca

27 SET 2016
Anna Gomes e Dany Nascimento
10h58min
Foto: Dany Nascimento

Um rapaz foi baleado após tentar fugir da Polícia Militar na manhã desta terça-feira (27), na Rua Alberto Albertini, no Jardim Los Angeles, região sul de Campo Grande.

De acordo com testemunhas, o jovem estava a pé e, correndo da viatura policial, entrou no quintal de uma casa. Em seguida, pulou o muro de um terreno baldio, mas se enroscou em uma cerca onde acabou baleado.

Ainda conforme as pessoas que presenciaram a cena, a Polícia Militar encaminhou o rapaz baleado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Universitário.

Moradores que conversaram com a equipe do TopMídiaNews reclamaram da violência no Bairro. Segundo eles, os cidadãos acabam virando reféns das próprias casas, já que basta sair de suas residências para os criminosos 'tomarem conta' de seus lares.

Um idoso de 65 anos reclama que está cansado dos roubos e furtos que acontecem com frequência no bairro. Ele relembra que, há algum tempo, teve sua casa furtada e, depois do episódio, ficou com receio de sair da própria residência.

"Uma vez comprei quatro pneus, mas todos foram levados pelos bandidos. Quando cheguei, eles já estavam pulando o muro e por pouco meu prejuízo não foi ainda maior, já que a batedeira e o liquidificador  também seriam  levados, mas sorte que não conseguiram", lamentou.

Todos com muito medo de revelarem suas identidades e com receio de represálias dos criminosos, outra mulher de 45 anos também decidiu falar sobre o drama diário que vive.

"Quando a polícia faz rondas no bairro, um bandido avisa o outro. Esse rapaz que foi baleado hoje é fugitivo, vários por aqui possuem mandados de prisão em aberto, mas quem acaba sofrendo com eles somos nós, a população, que não podemos deixar nossas casas", disparou a mulher.

Ainda não se sabe o motivo da perseguição e nem por quantos tiros o jovem foi atingido já que a equipe de reportagem tentou conversar com os policiais, mas eles preferiram ficar calados.

Veja também