TCE Novembro
Menu
terça, 07 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CONSTRUINDO O SABER 29/11 A 29/12
Polícia

'Ele tinha ciúmes da minha filha fazer faculdade', diz mãe de mulher assassinada

Ex-marido assassinou jovem e jogou corpo na piscina para simular suicídio

28 setembro 2018 - 09h28Por Anna Gomes

A aposentada Talita Feitosa Freitas, 69, mãe de Luciene de Freitas Souza, 43, assassinada em fevereiro do ano passado, pede justiça. Ela diz que o acusado de cometer o crime, Vagner Lopes, 40, era extremamente ciumento e perseguiu a vítima durante dois meses.

De acordo com a idosa, ele passou a fazer ameaças e tinha ciúmes da ex-mulher até fazer faculdade.

"Minha filha estava cursando Direito, ele não aceitava ela estar feliz e cheia de novos amigos. Quero justiça, pois ele deixou minha neta adolescente sem mãe", disse a aposentada.

Vagner está sendo julgado na manhã de hoje (28), na 2ª Vara do Tribunal do Júri, na Capital.

Ele é acusado de desferir um golpe que quebrou o pescoço de Luciene, levando a vítima à morte. Em seguida, para simular um suicídio, ele jogou o corpo da mulher na piscina da residência que ela morava, localizada na Rua Ouro Negro, no Bairro Marcos Roberto.

Réu e vítima tiveram um relacionamento de quatro anos e, após a vítima querer se separar, ele se achou no direito de tirar a vida da ex-mulher.

Depois de assassinar Luciene, ele fugiu, mas foi preso dias depois.