PREFEITURA DE MARACAJU MARÇO DE 2024
Menu
sexta, 01 de março de 2024 Campo Grande/MS
DENGUE PREFEITURA MARÇO
Polícia

'Eles não querem se prejudicar', diz pai de Sophia sobre eventual silêncio de réus

Jean aponta que provas que estão sendo juntadas não indicam que Christian e Stephanie sejam inocentes

05 dezembro 2023 - 15h32Por Vinicius Costa e Méri Oliveira

O técnico de enfermagem Jean Carlos Ocampos, pai da menina Sophia de Jesus Ocampos, morta em janeiro deste ano, acredita que Christian Campoçano Leitheim e Stephanie de Jesus da Silva, réus no processo de homicídio, ficarão em possível silêncio e pouco responderão às perguntas que serão feitas na audiência de instrução e julgamento, que acontece nesta terça-feira (5).

Antes do início da audiência, o profissional da área saúde atendeu a imprensa e explicou que não encontra motivos suficientes para ver tanto o réu, como a ré, falando situações que poderiam apresentar a verdade sobre a morte da criança, nem falar sobre episódios passados.

"Se eles falarem, não vai ser verdade. Porque são duas pessoas que tiveram coragem de matar uma criança. Vai esperar o que deles? Eles não querem se prejudicar", disse o pai de Sophia.

Ainda tentando juntar os cacos da perda da filha durante este ano, Jean explica que têm passado por acompanhamento psicológico, tomado remédio para dar sequência a sua vida, mesmo sem a menina ao seu lado.

Em relação ao pedido de anulamento das últimas audiências, como foi apresentado pela defesa de Christian, o pai de Sophia foi enfático ao dizer que "contra os fatos, não há argumentos", apontando sobre a quebra do sigilo telefônico inserido nos autos do processo.

"Teve a quebra do sigilo telefônico. Foi comprovado que os dois judiaram da minha filha. Então, assim, tudo que está juntando, não tem como falar que eles foram inocentes ou que eles são inocentes, porque não são", conclui.