A+ A-

domingo, 14 de abril de 2024

domingo, 14 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Campo Grande

23/02/2024 12:00

A+ A-

Em revista a ônibus, duas mulheres são presas por tráfico de drogas em Campo Grande

Elas tentavam levar cerca de um quilo de cocaína para Brasília; uma delas estava com uma arma de fogo

Duas mulheres foram presas em flagrante na noite desta quinta-feira (22) por posse ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas em Campo Grande. Elas tentavam levar cerca de um quilo de cocaína para Brasília, no Distrito Federal.

Segundo boletim de ocorrência, a Força Tática da Polícia Militar, em uma ação de fiscalização de rotina visando coibir o tráfico interestadual de drogas, realizou uma abordagem ao ônibus da Viação Total com destino de Campo Grande a Brasília, que já estava na saída da cidade.

Durante a operação, os policiais observaram que, assim que o comandante entrou no ônibus, uma das passageiras, identificada como Creuzeni, recebeu diversas ligações telefônicas e demonstrou nervosismo ao perceber a presença da equipe policial. Ela tentou abaixar o volume do aparelho, chegando a deixá-lo cair ao seu lado.

Diante da atitude suspeita, os policiais decidiram realizar uma fiscalização mais detalhada. Durante a entrevista, Creuzeni afirmou que estava indo visitar sua mãe em Goiânia, em Goiás, mas chamou a atenção o fato de ela não possuir nenhuma mala de bagagem e não saber o nome de nenhuma rua no bairro onde alegava morar em Campo Grande.

Após uma revista pessoal, os policiais encontraram quatro tabletes de cocaína, totalizando 1.050 gramas, envoltos em plástico filme, escondidos nas pernas de Creuzeni. Ela admitiu ter mentido sobre a residência na cidade e disse ser de Coxim.

Ela confessou que foi contratada por uma mulher chamada Nathalia para transportar a droga até Goiânia, pelo valor de R$1.000,00. Segundo Creuzeni, ela teria recebido a droga na casa de Nathalia, no bairro Centenário.

Após a prisão de Creuzeni, os policiais foram até a casa de Nathalia, localizada na Rua Caxiuana. Lá, encontraram mais drogas, balanças de precisão, um revólver calibre .38 com numeração adulterada, munições e dinheiro em espécie.

Nathalia confessou que recebia as drogas e a arma de fogo de um indivíduo chamado Diego, atualmente preso, com o objetivo de revendê-las em na residência. Ela admitiu ainda que era orientada por Diego por meio de telefonemas e que receberia uma comissão pelos itens vendidos.

Diante dos fatos, Creuzeni e Nathalia foram presas em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. Ambas foram encaminhadas para a Depac-Cepol (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) para os procedimentos legais.

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias