Menu
terça, 07 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CONSTRUINDO O SABER 29/11 A 29/12
Polícia

Em vídeos, veja momentos de terror em noite da execução de narcotraficante

16 junho 2016 - 13h05Por Mariana Anunciação

A emboscada e assassinato do empresário Jorge Rafaat Toumani, de 56 anos, conhecido como o maior narcotraficante do Paraguai, na noite de ontem (15), na rua Teniente Herreo no centro de Pedro Juan Caballero, distante a cerca de  338 quilômetros de Campo Grande, abalou a todos. Em questões de minutos, a notícia se espalhou via redes sociais e os vídeos sobre os fatos estão repercutindo o caso.

A perícia técnica informou que Rafaat foi atingido por 16 balas de armas de fogo de alto impacto, oito das quais tiveram entrada e saída. Tudo indica que o empresário morreu de traumatismo craniano grave, com perda de tecido cerebral.

De acordo com o ABC Color, o narcotraficante morreu na hora, sem qualquer chance de escapar do ataque que recebeu de centenas de pessoas armadas com revólveres de alto impacto, quando estava em seu carro blindado. Ele morreu "sem ação para defender", disse o legista médico forense Marcos Prieto, que examinou o corpo.

 

Depois do óbito, tanques de guerra começaram a circular pelas ruas de Ponta Porã, policiais eram vistos a todo momento, e as vias ficaram vazias. Já foram presos alguns suspeitos do crime, sendo que a polícia cogita rivalidade de gangues ou envolvimento com o PCC (Primeiro Comando da Capital).  

Além dos vídeos sobre a morte, também têm imagens dos negócios que Raffat tinha pela cidade que foram incendiados durante a madrugada, e ainda, divulgaram fotos até do corpo quando seria periciado.