Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
dengue
Polícia

Empresário é flagrado em motel com garota de programa e duas adolescentes em Campo Grande

Eles são suspeitos de favorecimento de prostituição ou de outra forma de exploração sexual

26 novembro 2020 - 09h26Por Diana Christie

A DEPCA (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) prendeu, nesta quarta-feira (25), um empresário do setor de autopeças de 37 anos e uma garota de programa de 42 anos.

Eles são suspeitos de favorecimento de prostituição ou de outra forma de exploração sexual de criança ou adolescente ou vulnerável.

Segundo o boletim de ocorrência, a polícia recebeu uma denúncia anônima de que uma mulher loira teria entrado num motel na Avenida Duque de Caxias, Nova Campo Grande, na companhia de duas adolescentes.

No local, a polícia encontrou a garota de programa e o empresário em um quarto com duas meninas, de 14 e 17 anos. O homem teria ido ao local em um Toyota branco e as mulheres chegaram depois, levadas por um motorista de aplicativo.

Durante depoimento, a mulher disse que já foi garota de programa, mas não atua mais no setor. Ela alega que namora o empresário e prometeu levar amigas para se divertirem, sendo que as adolescentes pediram para ir e curtir a piscina.

Suspeita de ser cafetina, ela diz que não sabia que uma delas eram menor de idade, mas que a outra é namorada de seu filho, que mora com ela, pois era abusada pelo padrasto. Também que receberia R$ 400 do “namorado” para ajudar nas despesas do lar.

Já o empresário confessou que conhecia a cafetina de uma boate e não tinha relacionamento com ela, mas que pagaria R$ 400 pela diversão, sendo parte pelo programa e parte para o transporte. No entanto, ele diz que não sabia a idade das amigas dela e que não chegaram a ter relações, sendo que as adolescentes apenas entraram na piscina e consumiram bebidas alcoólicas.

Os dois presos passam por audiência de custódia hoje.