(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

'Estou arrependido', teria dito sogro do ator Rafael para advogado

Paulo Cupertino, suspeito de matar Rafael Miguel e os pais dele, teria entrado em contato com advogado na segunda-feira (10), um dia após o crime

14 JUN 2019
Da redação/Portal R7
13h54min
Foto: Reprodução/Portal R7

Um advogado que afirma que manteve contato com Paulo Cupertino, sogro de Rafael Henrique Miguel, e o suspeito teria dito que estava nervoso, confessou o assassinato do ator e da família e dito que estava arrependido. O advogado, que concedeu entrevista exclusiva ao jornalista Luiz Bacci, apresentador do Cidade Alerta, da Record TV, não teve a identidade revelada porque ainda não tem a procuração para defender oficialmente o suspeito.

Conforme o advogado, Paulo Cupertino falou com ele na segunda-feira (10), um dia após o assassinato de Rafael Henrique Miguel, e os pais do jovem, João Alcisio Miguel, 52 anos, e Miriam Selma Miguel, 50 anos, no bairro do Pedreira (zona sul de São Paulo).

O suspeito teria pego o contato advogado por meio de um outro defensor, que não atua na área, e passou o telefone do advogado. Durante o contato, que teria sido rápido, Paulo falou que iria se apresentar para polícia. O advogado prestou depoimento para a Polícia Civil, dizendo sobre o contato com o suspeito, mas disse não saber mais detalhes de Paulo.

Conforme as investigações, Paulo matou a tiros Rafael e a família, em frente da casa onde morava a namorada e a sogra do ator. De acordo com a namorada do jovem, o pai não aceitava o namoro dela e esse teria sido o motivo do crime.

O sogro de Rafael fugiu na noite de domingo, logo após o crime. Ele teria usado um Volkswagen Up da cor vermelha, possivelmente com as placas clonadas, para escapar do local. O veículo foi localizado e apreendido. Na quarta-feira (12), a Justiça de São Paulo decretou a prisão temporária e o homem passou a ser considerado foragido.

Veja também