Menu
segunda, 26 de fevereiro de 2024 Campo Grande/MS
GOVERNO FEVEREIRO IPVA
Feminicídio

Estudante de medicina preso por matar ex-namorada pode pegar 30 anos de prisão

Diego de Souza Mendonça está preso na delegacia de Dourados

13 fevereiro 2024 - 09h15Por Dayane Medina

Diego de Souza Mendonça, preso nesta segunda-feira (12), pelo assassinato da ex-namorada Mayara Almodin Aran Florenciano, de 29 anos, em Nioaque, pode pegar até 30 anos de prisão.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Diego Queiroz, o autor está preso em Dourados, onde se apresentou na tarde de ontem e confessou o crime.

Diego indicou onde estava a arma do crime e segue detido por prisão preventiva.

"Ele se apresentou, indicou onde deixou a arma e confessou o crime. Vamos agilizar o inquérito policial para mantê-lo preso. Ele foi autuado por homicídio qualificado pelo feminicídio com pena de até 30 anos de prisão", diz o delegado em entrevista ao Jardim MS News.

Ainda de acordo com a polícia, a testemunha que presenciou o crime informou que deixava Mayara na porta de casa após um baile de Carnaval na madrugada de domingo (11), quando Diego abriu a porta do carro e atirou contra a vítima.

Mayara chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital.