Menu
quinta, 01 de outubro de 2020
Polícia

Ex-policial é alvo de ataque e rua amanhece coberta de papel difamatório; vizinhos estão assustados

Moradores do bairro ficaram preocupados com os milhares de papéis espalhados pelo bairro Taveirópolis

26 março 2019 - 12h03Por Rodson Willyams

Moradores da Avenida Tiradentes, localizada no bairro Taveirópolis, em Campo Grande, acordaram, na manhã desta terça-feira (26), com a rua repleta de impressões em que constam vários números de processos envolvendo o ex-policial civil Edson Alves Martins.

Ao TopMídiaNews, Edson afirmou que está sendo vítima de calúnia e difamação. "Hoje, por coincidência, tenho uma audiência na Justiça por conta de um processo de esbulho. O vizinho de trás alega que a gente invadiu o terreno dele, mas o problema é que compramos esse terreno no leilão judicial".

Edson ainda afirmou que ficou surpreso ao acordar logo cedo e encontrar a frente de sua residência cheia de papéis. "Estou fazendo o Boletim de Ocorrência aqui no 6º DP. Acho que o que fizeram comigo foi uma tremenda sacanagem".


Vários panfletos foram jogados na rua. Foto: André de Abreu.

A reportagem ainda conversou com a esposa de Edson, que relatou ter passado a manhã toda recolhendo diversos papéis espalhados pela rua.  

Leitores entraram em contato e relataram que ficaram preocupados com as denúncias. Segundo o homem, que terá o nome preservado, o vizinho mudou para o bairro há oito meses e o imóvel passa atualmente por reformas.

As impressões mostram vários números de processos judiciais envolvendo supostos crimes de estupro, tortura, improbidade administrativa, abuso de autoridade e esbulho. No entanto, não há nenhuma condenação envolvendo Edson.

Em 2016, o ex-policial foi retirado do quadro de pessoal pelo governo do Estado.

Envolvimento com parlamentar

O documento ainda aponta envolvimento do ex-policial com um vereador da Capital. O parlamentar confirmou conhecer o ex-policial, uma vez que chegou a ser chefe dele em delegacias da Capital, e que trabalhou com ele na última campanha.

Apesar disso, o vereador destaca que não tinha qualquer relação de amizade com o ex-cabo eleitoral, mas classificou o caso como 'absurdo'. "Ninguém no país pode ser condenado sem sentença transitada julgada. Não tenho nada a ver com os problemas dele, creio que os casos que envolvem ele estão na Justiça. Mas tinham que investigar quem fez isso, teve tempo para pesquisar a vida do cara".

Teor da Mensagem

Não queremos CRIMINOSO como você em nosso bairro. Chegou aqui como funcionário do Vereador.... Somos do bem. Recentemente,presenciamos diversos carros da Polícia em sua casa, com policiais armados cercando a casa. Então fomos pesquisar quanto a você. Descobrimos seu nome completo e pesquisamos no google e descobrimos que não possui nada em seu nome, carro, casa etc. o que é muito estranho, e além disso descobrimos. [...] FAÇA-NOS UM FAVOR, E MUDE-SE, COM SUA FAMÍLIA DAQUI.

PEDIDO DOS MORADORES DO LOCAL.

Panfleto jogado em frente da residência. Foto: André de Abreu.

Leia Também

Iguana vai parar em prateleira de loja e só PMA para resgatar
Interior
Iguana vai parar em prateleira de loja e só PMA para resgatar
COMEÇOU A GUERRA: PP pede impugnação de Harfouche
Política
COMEÇOU A GUERRA: PP pede impugnação de Harfouche
Enfermeiro se comove ao ver cão lutar para ficar com dono internado em Anastácio
Interior
Enfermeiro se comove ao ver cão lutar para ficar com dono internado em Anastácio
Gravíssimo: Brasil tem 1.031 mortes por covid em 24 horas, com total de 143 mil
Geral
Gravíssimo: Brasil tem 1.031 mortes por covid em 24 horas, com total de 143 mil