Menu
domingo, 22 de maio de 2022 Campo Grande/MS
GOV EMPREGO MAIO
Polícia

Família mata dois cães de fome e sobreviventes comem mortos em Campo Grande

Cachorros estavam abandonados há meses dentro de uma casa do Nova Lima. PM constatou que dois cachorros estavam mortos e destroçados

14 novembro 2021 - 09h12Por Rayani Santa Cruz

Mãe e filha, de 51 e 22 anos, são acusadas de caso extremo de maus-tratos em Campo Grande. Elas teriam deixado cinco cachorros abandonados sem comida e água, a ponto de dois deles morrerem e os outros comerem os restos para sobreviver.

O terrível caso foi registrado na rua Claudio Manoel da Costa, bairro Nova Lima na tarde deste sábado (13).

Conforme a ocorrência, o prestador de serviço de internet chegou no local para fazer a retirada dos equipamentos de internet quando viu os cinco cães no quintal. Ele observou que dois deles estavam mortos e destroçados, somente com o crânio e patas traseiras. 

O rapaz acionou a PM que constatou a veracidade dos fatos: dois cachorros mortos destroçados, e os outros que estavam vivos estavam se alimentando dos restos mortais deles.

Dona viajou e abandonou

Um vizinho disse a PM que há cerca de dois meses a dona da casa de 51 anos se casou e foi morar no distrito de Cipolândia. Ela pediu para ele olhar seus cães, e colocar ração e água. Ele diz que cuidou dos animais por um período, até que a filha da mulher de 22 anos passou a morar na casa e dispensou os cuidados.

Porém, a mulher sai de manhã e só volta a noite. Ele afirma que reparou a magreza extrema nos cães, situação de abandono e continuou colocando ração por vontade própria e por piedade ao ver os animais naquela situação.

A PM entrou em contato com a jovem por ligação, mas ela tratou a equipe de forma ríspida inicialmente. Depois, retornou e tentou dar explicações.

Resgate

Os cachorros vivos foram resgatados pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) e os restos mortais dos outros foram retirados do local e encaminhados sob a tutela da prefeitura municipal para o CCZ.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro. Mãe e filha vão responder pelo crime de maus-tratos, pratica de abuso, ferir ou mutilar animais domésticos. A pena para o crime é de dois a cinco anos de prisão e multa.