TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

Familiares de jovem que atirou em 'roleta-russa' e matou amigo dizem que foi acidente

Antes de entrar na viatura, conhecido gritaram que jovem não era bandido por conta da brincadeira da 'roleta russa' e que os dois eram amigos de infância

11 novembro 2021 - 16h35Por Vinicius Costa

Aos gritos de "ele não é bandido", familiares do jovem, de 19 anos, suspeito de atirar e matar Leonardo José Exeverria da Silva, de 26 anos, durante uma brincadeira chamada 'roleta-russa', nesta quinta-feira (11) no Jardim Tijuca, alegam que foi um acidente.

O rapaz acabou sendo detido em flagrante pela Polícia Civil e encaminhado para 6° Delegacia de Polícia, onde o caso deve ficar a caráter do delegado Camilo Kettenhuber, titular da unidade.

Apesar de tratarem como acidente, a investigação ainda não tem uma linha definida. Na saída do local, o delegado explicou que o tiro saiu de um revólver calibre .38 e que no armamento havia mais de uma bala, diferentemente do que acontece na brincadeira.

O tiro atingiu a têmpora de Leonardo, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O amigo permaneceu no local até a chegada da polícia.

Familiares disseram informalmente que tanto o amigo quanto Leonardo eram amigos de infância e cresceram juntos.

Enquanto estava no compartimento da viatura, amigos e até familiares passaram a desejar forças para o jovem, que era para ele permanecer tranquilo e que tudo daria certo naquela altura após o episódio.