Menu
sábado, 19 de setembro de 2020
Polícia

Homem não aceita fim da relação, agride mulher e coloca fogo em residência

Casa da vítima ficou com a estrutura totalmente comprometida e inviável para morar; ela solicita ajuda para se recuperar

29 maio 2019 - 09h26Por Luis Abraham e Dany Nascimento

Uma dona de casa, de 38 anos, teve casa incendiada pelo ex-marido, na manhã desta quarta-feira (29) na Rua Sérgio Buarque de Holanda nas imediações do Alves Pereira em Campo Grande. O casal está separado há 25 dias, foram casados por 25 anos, tem cinco filhos e motivo da separação seriam as agressões do suspeito, um autônomo de 45 anos, identificado como Ezidoro Gonçalves. Ele tem feito ameaças constantes, tendo inclusive dito que colocaria fogo na casa onde ela mora, além de não aceitar o fim da relação.

O agressor ainda insiste com frequência para que ambos reatem o relacionamento, a mulher no entanto rechaça a ideia, sendo que a Justiça já havia concedido medida protetiva para ele evitar contato com ela. Na manhã de hoje, o suspeito descumpriu a determinação judicial e a 'encontrou' levando os filhos para a escola, próximo a casa dela, eles brigaram no trajeto e Ezidoro a agrediu com um pontapé nas costas, a vítima então acionou a Polícia Militar para fazer valer o direito de se manter longe do agressor.

(Foto: André de Abreu)

O suspeito entrou pelos fundos do imóvel e ateou fogo no sofá, o incêndio se alastrou e a mulher perdeu também televisão, aparelho de DVD e diversos outros objetos que estavam na sala. Neste momento somente o sobrinho dela, um menino de 8 anos, estava na residência. Os vizinhos perceberam a fumaça e passaram uma mangueira pelo muro da casa, bem como acionaram o Corpo de Bombeiros. A mulher afirma que o filho mais velho, de 23 anos, fica revoltado com as agressões por parte do pai e que tenta apaziguar a situação.

De acordo com informações do sargento Falcão, a estrutura da casa foi comprometida, destruiu o forro, telhado e tornando-se inviável para morar. Graças a ajuda da vizinhança, os militares utilizaram apenas 200 litros de água para conter as chamas. A vítima afirma que irá procurar abrigo na Casa da Mulher Brasileira e tem muito medo de ser morta pelo ex-marido. A dona de casa pede, para quem puder ajudar, que entre em contato com a irmã dela pelo telefone (67) 99195-7047.

Leia Também

Tá podendo: aprovação de Bolsonaro sobe entre quem recebe auxilio emergencial
Geral
Tá podendo: aprovação de Bolsonaro sobe entre quem recebe auxilio emergencial
Mula: PRF prende homem com quase 47 kg de pasta base cocaína em Anastácio
Interior
Mula: PRF prende homem com quase 47 kg de pasta base cocaína em Anastácio
Flordelis vai usar tornozeleira e cumprir toque de recolher no Rio
Geral
Flordelis vai usar tornozeleira e cumprir toque de recolher no Rio
Total de mortos pela covid-19 chega aos 135 mil no Brasil, diz boletim
Geral
Total de mortos pela covid-19 chega aos 135 mil no Brasil, diz boletim