TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
domingo, 26 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Polícia

Homem que matou Eloá com golpes no asfalto é condenado a 3 anos de internação

Durante o julgamento, ele confessou o crime, mas foi diagnosticado com esquizofrenia

03 julho 2020 - 09h45Por Diana Christie

Cecílio Martins Centurião Júnior, acusado de matar a menina Eloá Aquino Carvalho durante um surto psicótico, foi condenado a três anos de internação em hospital de custódia e tratamento psiquiátrico. A decisão é do juiz Aluizio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Juri.

Durante o julgamento, ele confessou o crime, mas foi diagnosticado com esquizofrenia, o que atenuou a sentença. Passando o prazo de três anos, Cecílio deve passar por nova avaliação psiquiátrica, que vai analisar se ele pode retomar o convívio em sociedade.

“A possível alteração poderá ser mais bem avaliada pelo juízo da execução penal, lembrando ainda do seu alto grau de pericuolosidade, prova está na essência do fato praticado”, explica Aluizio.

O caso

No dia 11 de dezembro de 2019, a pequena Eloá, 3 anos, estava com a mãe de 31 anos e os dois irmãos, na Rua Baobá, Moreninha III, em Campo Grande.

Ela foi retirada do carrinho por Cecílio e arremessada ao chão duas vezes. Testemunhas conseguiram contê-lo e ele foi detido.

A menina ficou internada na Santa Casa de Campo Grande e teve a morte encefálica confirmada no dia 13 de dezembro.

A família optou pela doação de córneas e rins, sendo que estes foram enviados para São Paulo.