TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sábado, 04 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Polícia

Idoso gay é encontrado morto amarrado por fios na Vila Progresso

Testemunhas contaram que vítima já foi agredida por um homem que usava fios

18 outubro 2021 - 07h40Por Diana Christie

Paulo Quezada Penha, 67 anos, foi encontrado morto, na noite deste domingo (17), em uma casa na Rua Aparecida, Vila Progresso, em Campo Grande. Ele estava amarrado por fios e o caso foi registrado como a esclarecer na delegacia plantonista.

Segundo o boletim de ocorrência, um casal esperava a vítima para um trabalho e, como ela não era de faltar a compromissos, foi verificar o que aconteceu. Como a casa estava escura e tudo trancado, as testemunhas acionaram a polícia.

No local, os militares arrombaram a corrente com cadeado do portão de entrada e a porta da frente. Paulo foi encontrado morto no sofá da sala, com as mãos amarradas por um fio branco, que também estava em volta do seu pescoço.

Mais tarde, os policiais verificaram que a porta dos fundos, da cozinha, estava aberta. A vítima já estava em rigidez cadavérica, com sangramento pelo ouvido esquerdo, aparentemente sem lesões contundentes.

Não foi possível estabelecer a causa da morte. O fio foi apreendido e levado pela equipe da perícia, que vai avaliar se existe algum material biológico para possível análise.

O casal, muito amigo do idoso, contou que Paulo era gay e já foi agredido por um homem, que o amarrou por fios, há cerca de um ano. O suspeito perseguiu a vítima por um tempo e tinha usado fios na agressão.

A polícia consultou o nome do acusado no sistema e verificou que ele tinha cadastrado o telefone da vítima para o contato.

Por enquanto, não é possível dizer se o crime está relacionado com homofobia. O caso será investigado.