ALMS CONTAR 25/06 A 27/06
(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

Jovem passa momentos de terror durante assalto em residência no Nova Campo Grande

Abusados, bandidos agiram em plena luz do dia

29 OUT 2016
Kerolyn Araújo
07h00min
Foto: Geovanni Gomes

Uma jovem de 20 anos passou por momentos de terror ao ter a casa assaltada, no bairro Nova Campo Grande, na Capital. A vítima se trancou no banheiro enquanto os marginais reviravam a casa. O caso aconteceu em plena luz do dia na quinta-feira (26), mas a vítima resolveu revelar os detalhes do crime neste fim de semana.

De acordo com a mãe da vítima, Angela Duque Weber, 48 anos, toda a ação durou aproximadamente 10 minutos. "Minha filha estava sozinha em casa, quando viu um vulto passando pela janela. Ela correu, trancou a porta do corredor dos quartos e se escondeu no banheiro", contou. 

Com um pé-de-cabra, os dois bandidos arrombaram a porta sala e entraram na residência. Eles também destruíram a porta que a jovem havia trancado e entraram nos quartos. A vítima, que estava no banheiro, estava ligando para a polícia quando percebeu que a dupla também tentava arrombar a porta do cômodo. "Ela escorou na porta e firmou os pés no vaso sanitário para eles não conseguirem abrir a porta. As costas dela está machucada", detalhou.

Do local, os bandidos roubaram uma televisão de 32 polegadas, dois notbooks e um Xbox, além de deixar três portas arrombadas. Conforme a moradora, quatro bandidos participaram da ação, sendo que dois deles ficaram no carro, do lado de fora da casa.

Para Angela, o sentimento que fica é de indignação."Entraram em plena luz do dia. Os bens nós trabalhamos e compramos de novo. Mas e o susto? Minha filha está muito assustada e ontem só chorava", ressaltou.

Segundo a vítima, essa não é a primeira vez que o caso acontece. "Já tentaram arrombar o portão em uma outra oportunidade, mas não conseguiram. Bandidos já roubaram a casa da vizinha três vezes. Na rua de cima, um rapaz foi assaltado quatro vezes. Isso acontece todo dia e ninguém faz nada. Aqui não tem policiamento", reclamou.

 

Veja também