Menu
sábado, 24 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Polícia

Justiça impõe prisão preventiva para acusado de matar mãe e filha em Antônio João

Jorcy assassinou as duas mulheres para não pagar uma dívida e por motivos passionais

12 junho 2021 - 13h00Por Vinicius Costa

Jorcy Marques Ortiz, de 52 anos, acusado de duplo feminicídio na cidade de Antônio João, no início deste mês contra a sua mulher, Rosenilda Rodrigues Maciel, de 54 anos e a sua filha Andréia Rodrigues Maciel, de 24 anos, teve a prisão preventiva decretada nesta sexta-feira (12) pela Justiça.

A prisão conta com um prazo indeterminado, assim evitando a prerrogativa do acusado acompanhar o julgamento em liberdade e colocar testemunhas em risco. O pedido da prisão foi entregue pelo delegado responsável pela investigação, Patrick Linares da Costa.

De acordo com o Ponta Porã News, Jorcy assassinou as duas mulheres para não pagar uma dívida e por motivos passionais.

O delegado Linares, explicando nos autos do processo, entendeu que o suspeito, após o crime, teria fugido para não ser pego em flagrante, se entregando somente dias depois dos assassinatos, imaginando que poderia fugir do período de flagrante e responder em liberdade.

No entanto, o delegado afirmou que a prisão preventiva do suspeito, indiciado pelo crime de feminicídio, não interfere na continuação das investigações que pretende explicar a identificação e responsabilização de pessoas que possam ter colaborado com a fuga de Jorcy, ou até mesmo que deram abrigo.

A polícia entende que Jorcy Marques é homem perigoso e ameaçador por ter uma longa ficha. Mesmo tendo vários boletins de ocorrências registrados contra ele, nunca havia sido condenado efetivamente.