A+ A-

quinta, 18 de abril de 2024

quinta, 18 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Polícia

06/09/2018 10:02

A+ A-

Lutador, professor e fisioterapeuta acusado de estuprar criança é condenado a 12 anos de prisão

O suspeito convidou uma aluna para assistir filme em sua residência e aproveitou para abusar da criança

O fisioterapeuta, professor de artes marciais e lutador de kickboxing Alex Ortiz, 43 anos, foi condenado a pena de 12 anos de prisão inicialmente em regime fechado pelo crime de abuso de vulnerável contra uma aluna de 10 anos, crime que aconteceu em agosto do ano passado.

A sentença foi publicada no Diário Oficial de Justiça. O crime teria acontecido quando Alex convidou uma aluna para assistir filme em sua residência e aproveitou para abusar da criança.

De acordo com a denúncia, na época, após essa data a criança mudou o comportamento e começou a se negar a ir para as aulas de Ortiz, o que causou estranheza na mãe. Ao questionar a garotinha, a mãe descobriu que ela havia sido abusada pelo então professor.

Ortiz estava respondendo a um processo semelhante de um crime cometido em 2016 em Três Lagoas, mas por falta de provas acabou sendo absolvido das acusações.

Ele morou por alguns anos em Três Lagoas e, até sua prisão, residia em Brasilândia e ministrava aulas de kickboxing, exercícios funcionais e também exercia a profissão de fisioterapeuta atendendo pacientes em suas residências.

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias