Menu
sábado, 25 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Polícia

Médico acusado de causar acidente com morte responde em liberdade e 'curte a vida'

Ele estava embriagado no dia do acidente e foi levado para a delegacia

02 agosto 2021 - 07h00Por Dany Nascimento

O médico Edson de Arruda Alves, 69 anos, preso em setembro de 2018, apontado como autor de um acidente de trânsito que matou Márcia Martins Honório, 36 anos, no Anel Rodoviário de Campo Grande, responde o processo em liberdade. 

Conforme o Boletim de Ocorrência, o ginecologista trafegava em sentido à saída de Três Lagoas com um veículo Mercedes-Benz em alta velocidade, quando bateu na traseira de um veículo Punto, que rodou e tombou na pista. Em seguida, o veículo Mercedes bateu em uma carreta.  

A vítima, Márcia Martins, era passageira do Punto e morreu no local. O namorado da mulher dirigia o veículo e sofreu ferimentos leves.

Edson foi flagrado embriagado após o acidente e foi preso em flagrante. Ele foi submetido ao teste do bafômetro, que acusou 0,71 mg/l, índice considerado alto. Os outros envolvidos no acidente também foram submetidos ao teste, mas nenhum deles tinha ingerido bebida.   

Conforme o processo, ele cumpre medidas cautelares e já ganhou autorização para passar férias em Porto de Galinhas, em dezembro de 2020. 

A Justiça determinou audiência de instrução e julgamento, que será realizada no dia 19 de agosto deste ano, por videoconferência.