TCE MAIO
(67) 99826-0686
Camara Maio

MPE investiga festa infantil feita por candidato para suposta compra de voto

Investigação é realizada pela promotoria eleitoral

15 NOV 2016
Airton Raes
07h00min
Foto: Divulgação

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul investiga suposta festa infantil realizada nas vésperas do segundo turno das eleições por candidato a vereador do PTN com o intuito de suposta compra de votos. O PTN declarou apoio aos segundo turno para o candidato eleito, deputado estadual Marquinhos Trad (PSD).

A promotoria eleitoral recebeu denúncia de que no dia 29 de outubro, entre as 14h e 18h ocorreria uma festa infantil no Bairro Parque do Sol, onde haveria distribuição de balas, doces e piscina de bolinhas. De acordo com a denúncia a festa era organizada pelo candidato a vereador Celso Luiz de Paulo (PTN), conhecido como Celsinho, com o intuito de realizar compra de votos para a candidata ao cargo de prefeito, no caso supostamente para a candidatura do PSDB.

O partido de Celsinho concorreu o primeiro turno das eleições com candidato próprio a prefeitura, Aroldo Figueiró. O PTN elegeu a candidata enfermeira Cida a vereador. No segundo turno das eleições, o PTN, assim como Figueiró e seus candidatos a vereador, declarou apoio ao prefeito eleito Marquinhos Trad. 

O procedimento está sendo investigada pela promotora eleitoral Renata Ruth Fernandes Goya Marinho, que solicitou que fossem anexadas se cópia das publicações extraídas da rede social Facebook e que Celso Luiz de Paulo seja notificado. A denúncia foi feita inicialmente ao Ministério público Federal através de SAC (Serviço de Atendimento ao Cidadão) e encaminhado ao MPE/MS. 

Citado na denúncia do MPE, , Edy Lima, do personagem Micorelli, esclareceu ao TopMídiaNews que não esteve presente no local.

(matéria editada em 16/11/2016 às 09h22 para acréscimo de informações)

Veja também