Menu
segunda, 19 de outubro de 2020
Polícia

Mulher aceita conversar com ex-marido sobre divisão de bens e acaba assassinada a tiros

Ao chegar na residência, Maria foi agredida e baleada com pelo menos três tiros

23 setembro 2020 - 08h31Por Dany Nascimento

Maria Madalena Pinheiro Alves, 53 anos, foi assassinada a tiros na noite de ontem (22), em Abreulândia, na região central do Tocantins. Ela aceitou se encontrar com o ex-marido para discutir a divisão dos bens. O homem é o principal suspeito do crime e foi preso em flagrante pela Polícia Militar.

De acordo com o G1, o crime teria acontecido porque o ex-marido não aceitava o fim do relacionamento.   O casal viveu junto por muitos anos e se separou há alguns meses. A Polícia Militar informou que a vítima tinha se mudado para a casa da mãe e até conseguiu uma medida protetiva contra o ex-marido.

A vítima teria aceitado um pedido do homem para voltar a casa onde eles viveram juntos para conversarem.

Ao chegar na residência, Maria foi agredida e baleada com pelo menos três tiros. Ela foi socorrida e levada para o hospital de Divinópolis do Tocantins, mas não resistiu aos ferimentos. A vítima deixa uma filha adolescente.

O homem foi levado para a Delegacia de Paraíso do Tocantins.

Leia Também

Fim do mistério: suspeito de cortar fios de internet no Leblon é preso por furto
Cidade Morena
Fim do mistério: suspeito de cortar fios de internet no Leblon é preso por furto
Peão morre oito dias após ser pisoteado por égua em Ribas do Rio Pardo
Cidade Morena
Peão morre oito dias após ser pisoteado por égua em Ribas do Rio Pardo
'Mucha plata': bolivianos são pegos com R$ 1,5 milhão na fronteira
Interior
'Mucha plata': bolivianos são pegos com R$ 1,5 milhão na fronteira
Jovem é presa ao entrar com dinamite em presídio no Paraguai
Geral
Jovem é presa ao entrar com dinamite em presídio no Paraguai