Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
ALMS
Polícia

Mulher alega ser vítima de estelionato após receber cobrança de R$ 950

Dívida seria referente a serviço de telefonia móvel pós-pago

09 setembro 2016 - 20h46Por Thiago de Souza

Uma mulher de 45 anos procurou a polícia, nesta sexta-feira (9), para denunciar um possível crime de estelionato, já que recebeu a cobrança de R$ 950 de uma operadora de telefonia por um serviço  que afirma nunca ter contratado.  

Conforme o boletim de ocorrência, após receber a cobrança por telefone, a vítima procurou uma loja física da Claro, em Campo Grande, e foi informada que alguém teria usado seus documentos pessoais e a assinatura para adquirir um plano de telefonia pós-pago. 
 
Uma cópia do contrato foi entregue a mulher que por sua vez repassou a polícia para investigar o caso. 

 

Leia Também

Decretos são importantes, mas comportamento social é decisivo no combate a covid, garante prefeito
Cidade Morena
Decretos são importantes, mas comportamento social é decisivo no combate a covid, garante prefeito
SEM CANTORIA: deputados de MS são contra showmícios em campanha eleitoral
Política
SEM CANTORIA: deputados de MS são contra showmícios em campanha eleitoral
Mãe e filha morrem vítimas da Covid-19 em intervalo de três dias
Geral
Mãe e filha morrem vítimas da Covid-19 em intervalo de três dias
Defensor do cooperativismo, Rinaldo comenta as ações do segmento no combate a Covid-19
Cidades
Defensor do cooperativismo, Rinaldo comenta as ações do segmento no combate a Covid-19