TJMS - novembro
Menu
Busca segunda, 18 de novembro de 2019
Polícia

“Não quero mais ter bichos”, diz mulher que teve seis gatos envenenados

Sem informações sobre quem pode ter cometido o crime, ela preferiu não registrar o caso

05 junho 2019 - 11h10Por Maressa Mendonça

“Amo e amo muito, mas não quero ter mais bichos”. A declaração é de uma dona de casa de 39 anos, que viu seis dos seus nove gatos mortos por envenenamento. Ela, que pediu para não ter a identidade divulgada, conta que o caso ocorreu no último fim de semana em uma residência do bairro Tarumã, em Campo Grande.

Segundo ela, os bichos começaram a ficar inquietos e vomitaram um pouco antes de morrer e não é a primeira vez que ela passa por essa situação. No ano passado, outros animais da dona de casa também foram envenenados. “Não tenho mais coragem de ter animal aqui nesse bairro”, lamentou ela, afirmando ainda ter medo de matarem os gatos que sobreviveram ao ataque.

Dentre os bichos sobreviventes, há filhotes de pouco mais de 10 dias. Eles têm sido alimentados com a utilização de seringas. “Meus animais são criados com todo amor e carinho. Estou horrorizada”.

O apelo da dona de casa não é por ajuda financeira ou algo do tipo, mas um tratamento respeitoso com os animais. “Não consigo ver meus filhos chorando todos os dias a falta dos gatos, sem falar na crueldade que é você tirar a vida de um animal indefeso”.

MAUS-TRATOS

Apesar de brutal, este caso não é isolado. Dados da Superintendência de Inteligência de Segurança Pública da Secretaria de Justiça e Segurança Pública de MS apontam que, do início do ano até agora, foram registrados 152 casos de maus-tratos a animais no Estado. Deste total, 123 resultaram na morte dos bichos.

ORIENTAÇÃO

Em caso de denúncia, procure a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista (Decat) pelo número 3325-2567 / 3382-9271. As denúncias podem ser feitas também no Ministério Público.