Menu
quinta, 01 de outubro de 2020
Polícia

VALENTÕES: crescem ocorrências de desacato a autoridades em MS; crime rende detenção e pesa no bolso

Mais de 400 boletins de ocorrência deste crime foram registrados nos primeiros meses do ano

24 abril 2019 - 07h00Por Anna Gomes

Apesar de nos dias de hoje, muitas pessoas serem a favor da volta do regime militar, os números de desacatos a autoridades não diminuíram, ao contrário, aumentaram em 2019, se forem comparados ao mesmo período do ano passado.

De acordo com a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), do primeiro dia de janeiro, até a primeira quinzena do mês de abril de 2019, foram confeccionados mais de 400 boletins de ocorrência de desacato.

Antes de xingar uma autoridade deve-se lembrar que isto é crime previsto pelo Código Penal Brasileiro em seu art. 331, segundo o qual "desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela pode render de seis meses a dois anos de detenção ou multa".

A maioria dos casos de desacato está ligada a policiais. Um exemplo foi o que aconteceu no dia 31 de março deste ano, quando um homem de 29 anos foi preso após se envolver em um acidente e desacatar Policiais de Trânsito, no Bairro Zé Pereira, em Campo Grande.

Na ocasião, de acordo com o boletim de ocorrência, o suspeito capotou o carro que dirigia e o veículo atingiu um pedestre. O motorista teria confirmado ter ingerido bebida alcóolica, mas quando os agentes foram realizar o teste do bafômetro, o condutor teria se revoltado e disse para os policiais irem ‘prender bandidos’. O suposto autor recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Leia Também

Iguana vai parar em prateleira de loja e só PMA para resgatar
Interior
Iguana vai parar em prateleira de loja e só PMA para resgatar
COMEÇOU A GUERRA: PP pede impugnação de Harfouche
Política
COMEÇOU A GUERRA: PP pede impugnação de Harfouche
Enfermeiro se comove ao ver cão lutar para ficar com dono internado em Anastácio
Interior
Enfermeiro se comove ao ver cão lutar para ficar com dono internado em Anastácio
Gravíssimo: Brasil tem 1.031 mortes por covid em 24 horas, com total de 143 mil
Geral
Gravíssimo: Brasil tem 1.031 mortes por covid em 24 horas, com total de 143 mil