(67) 99826-0686
ENTREGAS

Paulistas são autuados transportando 45 kg de pescado fora da medida

A PMA lavrou um auto de infração administrativo e aplicou multa de R$ 900,00 contra o autuado

28 AGO 2016
Redação
16h17min
Foto: Divulgação

Policiais Militares Ambientais de Taquarussu, prenderam três turistas paulistas por pesca predatória, com 45 kg de pescado ilegal, na BR 262, em Anastácio. O primeiro turista de 66 anos, residente em São Carlos (SP), transportava em uma caixa térmica, em um veículo Ford F-1000 com 16 kg de pescado, que ele havia capturado no rio Aquidauana, sendo vários exemplares fora da medida permitida por Lei.

O pescado e o veículo foram apreendidos. A PMA lavrou um auto de infração administrativo e aplicou multa de R$ 1,2 mil contra o autuado.

Outro turista de 53 anos, residente em Porto Ferreira (SP), também transportava pescado abaixo da medida permitida pela legislação. Em um veículo Chevrolet S-10, foram encontrados 10 kg, que ele havia capturado no rio Aquidauana, sendo vários exemplares fora da medida permitida por Lei.

O pescado e o veículo foram apreendidos. A PMA lavrou um auto de infração administrativo e aplicou multa de R$ 900,00 contra o autuado.

Pelo mesmo motivo, a PMA autuou em R$ 1.270 mil o turista de 60 anos, residente em Monte Aprazível (SP) pelo transporte em um veículo Chevrolet S-10, de 29 kg de pescado, que ele havia capturado no rio Aquidauana, sendo vários exemplares fora da medida permitida por Lei. O pescado e o veículo foram apreendidos.

Os infratores receberam voz de prisão e foram encaminhados, juntamente com material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Anastácio, onde eles foram autuados em flagrante por crime ambiental de transporte de produto da pesca predatória e saíram depois de pagar fiança. A pena para o crime é de um a três anos de detenção.

O pescado será doado para instituições filantrópicas depois de periciado.

Veja também