Menu
terça, 27 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Polícia

Pedófilos presos durante o fim de semana são liberados pela Justiça de MS

Decisão ocorreu em Aquidauana e Dois Irmãos do Buriti

12 dezembro 2018 - 09h44Por Da redação / Jornal Notícias do Estado

Apesar dos esforços da população e Polícia Civil em manter dois pedófilos presos, a Justiça soltou nesta terça-feira (11) os acusados de praticar abuso sexual contra menores em Aquidauana e Dois Irmãos do Buriti. Mesmo sendo casos graves, um inclusive sendo praticado há dois anos, o judiciário considerou que os acusados irão aguardar o fim das investigações fora do presídio.

O Juiz responsável pelas duas decisões, Giuliano Máximo Martins, conversou com a reportagem do JNE e explicou que, no caso de Aquidauana, por ter 80 anos, foi concedida ao suspeito prisão domiciliar. Para a mãe da menor, conivente com os abusos, também foi concedida a liberdade, mas uma das condições, que ela nao mantenha contato com a filha, para que preserve os fatos.

Já no caso de Dois Irmãos, o magistrado justificou que, por não ter sofrido violência e por ter sido um primeiro contato, foi concedida a liberdade, mas o acusado de 62 anos, não pode em hipótese alguma se aproximar da vítima. O Juiz reforça que, as investigações sobre o caso continuam.

Giuliano Máximo pontua na entrevista que está seguindo a Legislação, já que é uma previsão legal e está no Código de Processo Penal e que fez cumprir a Lei. “Foram dois flagrantes, de situações que ocorreram de repente, não foi baseado em uma investigação com detalhes”, reforçou.

Os dois casos, como citado acima, continuam sob investigação da Polícia Civil, onde as vítimas e testemunhas serão ouvidas novamente e mais detalhes serão apresentados ao Judiciário.

Os casos – Em Aquidauana, uma menina de 12 anos era abusada por um vizinho, um idoso de 80 anos, que não teve a identidade revelada. A mãe que sabia dos abusos foi presa.

De acordo com o delegado Wilkson Vasco, na manhã de sexta-feira (07), o Conselho Tutelar recebeu uma denúncia anônima que o idoso abusava da menina quando a mãe saía para ir trabalhar. A equipe de conselheiros foi até a residência da família e flagraram o homem sozinho no imóvel com a menor.

Imediatamente ela foi retirada do local pela equipe e levada para a sede do Conselho, onde confirmou os abusos. A Polícia Civil foi acionada e o homem foi preso em flagrante. “A vítima disse que era abusada desde os 10 anos. A mãe foi conduzida e confirmou que sabia do fato, diante disso, também foi presa. O pai, que não está na cidade, também tem conhecimento do abuso e nada fez, fora outras três testemunhas, todos serão responsabilizados”, informou a autoridade policial. A mãe também irá responder por estupro de vulnerável.

Em Dois Irmãos do Buriti, também foi registrado outro caso de estupro de vulnerável contra uma menina de apenas 8 anos, no sábado (8). O autor é um homem de 62 anos.

A delegada titular do município Nely Macedo, conversou com a reportagem e contou que o idoso abordou duas crianças, um menino de 5 anos e uma menina de 8, o mais novo conseguiu fugir, mas ele conseguiu pegar a menina e a beijou a força e passou a mão por debaixo de sua blusa.

“O que ele não esperava é que, tinham servidores realizando um trabalho de recapeamento asfáltico próximo ao local do fato e o funcionário que estava na máquina, avistou o idoso abusando da criança e imediatamente foi com o veículo em direção aos dois. O homem tentou se esconder entrando em um lote, mas o servidor avisou os colegas e com ajuda de populares, cercaram o local e imobilizaram o homem até a chegada da Polícia Militar”, contou a delegada.