TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
quinta, 02 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Polícia

Pedreiro nega estupro, diz que encontrou crianças em bar, mas continua preso

Ele é suspeito de estuprar duas irmãs de seis e sete anos

25 janeiro 2019 - 10h24Por Anna Gomes

O pedreiro de 59 anos, suspeito de estuprar duas irmãs de seis e sete anos, teve a prisão decretada após passar por uma audiência de custódia, na manhã desta sexta-feira (25), em Campo Grande. Ele negou os abusos e disse que encontrou as crianças em um bar.

Segundo o depoimento do suspeito, ele estava ingerindo bebida alcóolica em um bar, quando viu as duas meninas que estavam olhando para os doces do estabelecimento. O suposto autor alegou que realmente deu uma moeda de R$ 1 para as crianças, mas negou que as menores tenham ido até sua residência.

Crime

O pedreiro é suspeito de estuprar as duas meninas que supostamente estavam brincando em um campo de futebol nesta quinta-feira (24), no Bairro Aero Rancho, em Campo Grande. As vítimas falaram que o homem oferecer R$ 1 para elas comprarem doces se acaso ambas fossem até a residência do suposto abusador.

Na casa do pedreiro, uma das vítimas disse que o suspeito teria beijado o rosto da menina mais nova e que também tentou beijar a boca da mais velha.

De acordo com a Polícia Civil, a mãe das meninas, de 32 anos, tinha deixado as filhas sozinhas para procurar emprego e quando voltou as duas contaram o que aconteceu.

Espancado

Revoltados com o pedreiro, vizinhos e familiares das crianças quebraram a residência que o suspeito reside. O homem também ficou ferido ao ser agredido. O caso foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), mas segue sendo investigado pela DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).