Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020
MS DIGITAL - COMPET
Polícia

Perfil no Twitter expõe relatos de assédio e estupros em Campo Grande

São relatos de mulheres de todas as idades, contando crimes que aconteceram em vários ambientes

02 junho 2020 - 09h23Por Diana Christie

Perfil anônimo criado no Twitter expõe relatos de mulheres que foram vítimas de assédio e até estupros em Campo Grande. A página criada ontem (1º), no Dia Estadual de Combate ao Feminicídio, conseguiu levantar a hashtag #exposedcg aos Trendings Topics, que são os assuntos mais comentados da rede social.

São relatos de mulheres de todas as idades, contando crimes que aconteceram em vários ambientes, inclusive por professores e outras autoridades. As histórias, na maioria das vezes, são anônimas, mas os nomes dos agressores estão disponíveis para todos. Já há vítimas pedindo a retirada de postagens por ameaças de processo.

Para conferir, acesse (aviso de gatilhos): https://twitter.com/exposedcg20

Dados

Mapa do Feminicídio, lançado pelo Governo do Estado, mostra que 77% dos 30 casos ocorridos em 2019, em Mato Grosso do Sul, ocorreram naquele local onde as mulheres deveriam estar mais seguras: na sua residência.

Além disso, ele mostra que em 37% dos casos os autores utilizaram de arma branca (faca, canivete ou machadinha); que 56,66% das mulheres foram mortas por homens com quem conviviam e tinham relacionamento afetivo; que em 40% dos casos o motivo foi a não aceitação do término do relacionamento; e que em 33,33% o motivo alegado foi ciúmes – o que denota sentimento de posse sobre a vítima.

Leia Também

Adolescente é espancado a pauladas por primos em Aquidauana
Interior
Adolescente é espancado a pauladas por primos em Aquidauana
Resende ameaça lockdown e diz que prefeitos devem deixar de pensar em campanha eleitoral
Saúde
Resende ameaça lockdown e diz que prefeitos devem deixar de pensar em campanha eleitoral
BARBÁRIE: policial paraguaio mata filhos de 1 e 2 anos, sogros, cunhadas e se mata
Polícia
BARBÁRIE: policial paraguaio mata filhos de 1 e 2 anos, sogros, cunhadas e se mata
Com 107 mortes por covid-19, secretário diz que contribuição da população “está sendo criminosa”
Saúde
Com 107 mortes por covid-19, secretário diz que contribuição da população “está sendo criminosa”