ENTREGAS
Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
ENTREGAS

PF amplia efetivo e registra três prisões e sete termos de ocorrências em MS

Além disso, os agentes federais reforçam a segurança na fronteira em Ponta Porã e aldeias de MS

2 OUT 2016
Rodson Willyams
16h04min
Foto: Arquivo TopMídiaNews

Com efetivo reforçado para as eleições municipais, a Polícia Federal registrou três prisões em flagrante e sete Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCO), entre sábado (1º) e domingo (2), em Mato Grosso do Sul. Segundo informações da Polícia Federal, no município de Corumbá, duas prisões e uma ocorrências foram registradas neste domingo.

O primeiro, a Receita Federal apreendeu no Posto de Fiscalização, um peruano em que transportava 9,5 quilos de cocaína. O mesmo foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecente e levado para a Delegacia da PF.

Em outro caso, os agentes federais flagraram uma pessoa fazendo transporte ilegal de eleitores. Ele foi preso em flagrante cometendo crime eleitoral. Por fim, um TCO foi registrado por boca de urna.

Naviraí

Em Naviraí, a Polícia Federal registrou três ocorrências e uma prisão em flagrante também neste domingo. No caso dos TCOs, todos os casos eram relacionados a boca de urna. Todos foram detidos e encaminhadas a delegacia e soltos após serem ouvidos.

E a prisão em flagrante ocorreu após os agentes federais deterem um homem que estava embriagado conduzindo veículo automotor. Ele foi preso e encaminhado para a delegacia.

Dourados

Na região sul do Estado, em Dourados, os agentes registraram um Termo Circunstanciado de Ocorrência que chamou a atenção. Uma mulher tentou votar pela mãe e acabou sendo levada para a Delegacia da Polícia Federal. Ela foi ouvida e liberada em seguida.

Campo Grande

Na Capital três ocorrências de TCO foram registradas sem nenhuma prisão. Segundo a assessoria de imprensa, uma ocorreu neste sábado (1º) em que uma pessoa foi flagrada distribuindo cesta básicas. E duas ocorreram neste domingo (2) por boca de urna.

Sem ocorrências

Nos municípios de Três Lagoas e Ponta Porã, nenhum caso foi registrados até o momento. Em Ponta Porã, fronteira com o Paraguai, a assessoria informa que a PF reforça o esquema de segurança com patrulhamentos ostensivos.

A assessoria ainda informou que equipes também estão nas aldeias de Mato Grosso do Sul para garantir às eleições e reforçar a segurança. 

Veja também