Menu
terça, 25 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

PMA autua empresário campo-grandense em R$ 5 mil por destruir mata ciliar de córrego

05 setembro 2015 - 15h33Por Alessandra Carvalho

O proprietário de uma chácara  foi preso na tarde de ontem ( 04), após usar uma máquina para limpar  dois açudes em um zona rural mais conhecida como Inferninho  em Campo Grande.

 

Conforme a polícia ele estaria degradando as matas ciliares de um córrego (área de preservação permanente – APP). Toda a atividade era realizada sem nenhuma autorização ambiental.

 

As atividades foram interditadas. O proprietário não estava no local e foi notificado a comparecer hoje à PMA. Ao confirmar que não possuía documentação ambiental, quando esteve hoje pela manhã na PMA, o infrator foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 5.000,00. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

 

O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental um plano de recuperação da área degradada (PRADE)