Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
ALMS
Polícia

PMA autua fazendeiro em R$ 16 mil por degradação de nascente e construção de 4 represas

Flagrante aconteceu em Aral Moreira

29 agosto 2016 - 17h54Por Da Redação/Agência Brasil

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Naviraí realizava fiscalização ontem (28) à tarde nas propriedades rurais do município de Aral Moreira e autuou um proprietário rural por degradação de nascente (área protegida de preservação permanente – APP) e por construir e reformar represas ilegalmente.

A PMA flagrou na propriedade, a construção com uso de máquinas de uma represa e a reforma de mais três outras existentes, tudo sem autorização do órgão ambiental competente.

Além disso, o infrator construiu uma valeta de 315 metros lineares, por 1 metro de profundidade, desviando o curso normal de uma nascente, para o abastecimento das represas. As atividades foram paralisadas. O infrator, de 59 anos, residente em Aral Moreira, foi autuado administrativamente e multado em R$ 16 mil.

O autuado também foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Aral Moreira e responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção. O fazendeiro ainda foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental um plano de recuperação da área degradada (PRADA).

Leia Também

Com droga e bebedeira, 'baile da covid' rola solto na Fábio Zahran
Cidade Morena
Com droga e bebedeira, 'baile da covid' rola solto na Fábio Zahran
Casal encontra R$ 2,4 mil na rua, faz campanha e encontra o 'dono': 'era um motoboy'
Geral
Casal encontra R$ 2,4 mil na rua, faz campanha e encontra o 'dono': 'era um motoboy'
Maia diz que impeachment só acontece quando o vice-presidente apoia
Geral
Maia diz que impeachment só acontece quando o vice-presidente apoia
No Canguru, 'festa da covid' segue dia e noite e vizinha não sabe mais o que fazer
Cidade Morena
No Canguru, 'festa da covid' segue dia e noite e vizinha não sabe mais o que fazer