TCE Novembro
Menu
segunda, 29 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Polícia

Polícia Civil pressiona por reajuste salarial e alerta para possível greve

05 abril 2016 - 13h16Por Mariana Anunciação

Após protesto da semana passada da Polícia Civil, a possibilidade de greve da categoria foi anunciada nesta semana, caso as negociações não avancem. No próximo sábado (9), todos os servidores municipais se reunirão na ACP (Sindicato Campograndense dos Profissionais da Educação), visto que não aceitaram a proposta de R$ 200, como forma de abono, do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.

Tal afirmação foi do presidente do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul), Jean Carlo. “Os policiais civis de todo o estado fizeram na sexta-feira (1), o ‘Dia de Alerta’ para chamar atenção das autoridades sobre melhores salários e condições apropriadas de trabalho. Estamos indignados com a falta de investimentos”, destacou. Ele lembrou que, no dia do protesto, policiais atuaram em flagrantes e crimes ligados a Lei Maria da Penha, trabalhando apenas 30% do efetivo.

Além da assembleia conjunta com todos os servidores públicos para deliberar sobre a contraproposta, possibilidade de manifestação ou indicativo de greve e outros, o presidente do Sinpol afirmou que já está estudando uma data para reunir a categoria nessa semana, no sindicato, para definirem os próximos passos dos policiais.

Reivindicação

Há 10 anos, para o cidadão entrar na Polícia Civil é obrigatório ter ensino superior, mas eles ainda recebem o salário equivalente a ensino médio, inclusive, alguns tendo pós-graduação não recebem nem abono. “Estamos cobrando o compromisso assumido, o que o governador tinha dito na campanha eleitoral e quanto eleito. Necessitamos de avanços, hoje em dia, estamos entre os 10 últimos salários, e pretendemos ficar entre os cinco melhores do Brasil. Também falta  investimentos e infraestrutura”, contou Jean Carlo.

A falta de equipamentos adequados é de conhecimento público, visto que viaturas sem gasolina ou com defeitos mecânicos já foram noticiados por deixarem as equipes em apuros.